O tópico da Crise...

Avatar do Utilizador
VW Liebhaber
Pro
Pro
Mensagens: 3615
Registado: 16 Abr 2005, 12:11
Localização: Cambridge

Re: O tópico da Crise...

Mensagem por VW Liebhaber » 31 Mar 2011, 13:52

Arad Escreveu:Mas vives em que mundo? Achas que são assim tantos casos em que ambos os elementos do casal ganham 1500€ limpos?

É que os cortes são sobre o ordenado bruto...

Mas ok... és rapaz para que idade? Talvez te cheguem a ti mais facilmente os 500 euricos, do que 1500 a uma família monoparental, ou a um casal com 1 elemento desempregado ou que ganhe os mesmos 500 euricos que tu ganhas...

Percebes a perversidade dos cortes a direito e da injustiça que é olhar só à porcaria do número que o Sócates instituiu para classificar alguns remediados de ricos?

Vou ter de ser cruel contigo, e não queria: 500 euros em casa dos pais chegam perfeitamente. Aguarda por dias melhores, porque eu estive 4 anos assim até conseguir tornar-me independente, e andei com carros piores que o teu nessa fase.

PS: Quem dá a cara nos serviços públicos achas que ganha os 1500€ que referes? Ou serão antes os que ganham 600 e esperam há anos para progredir na carreira? Mais uma vez, mandar abaixo os outros, catalogando-os de ricos sem se saber como é a situação... enfim!
29 anos a fazer este ano. Os 500 euros em casa dos pais chegam, se forem eles a pagarem-te as coisas como roupa, manutenções do carro, seguro do carro, selo do carro, IPO do carro, que não é o caso. Tudo isso sai do meu bolso, porque EU quero.
Eles podiam ajudar, mas em casa só o meu pai trabalha e eu não ia estar a colocar despesas além das que ele tem. Agora 500 euros em casa dos pais chegam para quem não tem um carro a pagar, trabalha perto de casa, almoça em casa, os pais dão dinheiro para comprar coisas de vez em quando, nisso dou-te razão. Mas esse não é o meu caso.

Diz-me só uma coisa, o governo mandou esse número dos 1500 por ser o valor até o qual haveria cortes, que daí pra baixo não haveria, correcto? Portanto quem ganhar abaixo de 1500 euros brutos não levou cortes. Vamos imaginar que que um ganha 1200 euros base (não levou cortes), outro ganha 900 euros base (não levou cortes), se ambos juntos tirarem 1500 euros liquidos tiremos 500 euros para despesas fixas, sobram 1000 euros. Ainda que se gaste outros 500 euros noutras coisas, sobram ainda 500 euros de lado. É pouco certamente, mas é melhor que quem apenas consegue chegar ao fim do mês com 100 euros de lado, ou nenhum.

P.S. O meu pai está em Portugal desde 1994 (foi emigrante), desde aí não consegue juntar 1 tostão, no entanto pagou-me os estudos e trocou o Golf de 94 por um de 2001 (a pronto), e construiu a sua própria casa. Como foi possível? O juntar durante 8 anos de emigrante. Mas desde que veio pra cá em 94, não consegue juntar nada, apenas dá para ir emparando a vida. Ele ganhava nessa altura talvez esses tais 1500 euros (agora é metade em PT), só que privava-se de algumas coisas (que muitos não querem e por isso agora estão entalados). O problema principal não está na situação actual, está na situação há uns anos atrás, onde as pessoas ganhavam bem e gastavam bem! Agora gemem.
VW & Audi Stuff: http://www.facebook.com/vwaudistuff
VW Golf MK4 Highline 1.9 TDI 115cv 2001 - Made in Belgium
viewtopic.php?f=20&t=42275&start=0

Avatar do Utilizador
VW Liebhaber
Pro
Pro
Mensagens: 3615
Registado: 16 Abr 2005, 12:11
Localização: Cambridge

Re: O tópico da Crise...

Mensagem por VW Liebhaber » 31 Mar 2011, 13:56

dani_tdi Escreveu:Eu acho que o VW Liebhaber, não está a dizer nada de mal. Não noto qualquer tipo de direccionamento, ou ataque pessoal...
Sim não tenho nada de pessoal :wink: Há gente competente e incompetente em todos os lados. A questão aqui é comparar quem ganha 1500 base, com quem ganha 500 base, e ver quem tem mais razões de preocupação na situação actual.
VW & Audi Stuff: http://www.facebook.com/vwaudistuff
VW Golf MK4 Highline 1.9 TDI 115cv 2001 - Made in Belgium
viewtopic.php?f=20&t=42275&start=0

Avatar do Utilizador
Vovin Tharos
Master
Master
Mensagens: 9488
Registado: 16 Mar 2005, 03:52
Veículos: Golf MK3 GT

Re: O tópico da Crise...

Mensagem por Vovin Tharos » 31 Mar 2011, 14:21

nao entendo como quando ha uma despesa 1 vez por ano é motivo para o alarido todo... as despesas do carro(as referidas) sao 1x por ano... IPO??? por amor da santa...30€...

quanto ao resto... foi a escolha...tinhas um MK3, manutençoes mais baratas, seguro mais barato, selo mais barato, etc etc. escolheste, com os 500€ fazer um credito para comprar um carro (ha quem diga) melhor... nao te podes queixar de nao te chagar para as despesas... ou se te queixas, tens de fazer para ganhar mais... simples... agora desancar em quem ganha 1000, so pq sim...tenho um amigo a fazer 15km para cada lado ir e vir para o trabalho, num carro a gasolina e ganha 550€ limpos...e desenrrasca-se...tem um carro mais antigo, nao se mete em aventuras a comprar carro da moda, ou trocar de carro só pq sim...

escolhas...

explica o pq de ter mais razoes para preocupaçao? com ordenados mais ou menos altos, ha niveis de vida, certo?, despesas inerentes desse nivel de vida. razoes de preocupaçao sao identicas...(no meu ponto de vista)
Imagem Imagem
Imagem

Avatar do Utilizador
Arad
Pro
Pro
Mensagens: 3220
Registado: 27 Ago 2005, 01:10
Veículos: G6 1.6TDi_BM | Typ 1/11
Localização: Algures pelo mundo

Re: O tópico da Crise...

Mensagem por Arad » 31 Mar 2011, 15:17

Liebhaber, diz-me lá em que mundo é que 500€ chegam para as despesas fixas de um casal, incluindo aluguer de casa, água, luz, telefone, gasolinas, alimentação, etc...

Para te desmistificar aqui umas coisas, digo-te que até aos 27 anos (tenho 31) a minha situação foi exactamente como a tua. 500 eurinhos em empregos precários e/ou desfasados das minhas qualificações, e vivia em casa dos pais. Andava de Clio, e depois de Golf III, ambos pagos a PP. Não pedia um tostão para as minhas coisas, tinha comida, água, luz, roupa lavada e onde dormir, o resto era comigo.

E vivi assim desde os 18 anos, ando cá, não morri, e se quis andar na universidade e ter acesso a algumas coisas que qualquer jovem gosta, tive de ser trabalhador estudante.

Eu sei que um gajo com 29 anos aspira a saír de casa e a que ninguém o aborreça. Mas a vida não está para isso, e eu consegui porque tive sorte e afastei-me 300kms, não julgues erradamente que foi por ter nascido nalgum berço de ouro.

Agora há coisas que são incomparáveis, um orçamento de 1600€ para governar uma casa e não deixar faltar nada, fazer um mestrado, sustentar 2 carros que fazem 140 e 75kms por dia, respectivamente... É curto! Com 500€ em casa dos meus pais vivia mais folgado, não tinha era o meu projecto de vida em andamento.

E este dinheiro num casal com filhos, em que os avós não possam colaborar, acredita que é um inferno, aí nem que os 2 elementos ganhem 1000€ cada um. Sabes quanto custa um infantário?

Concordo a 100% com o Vovin (desta vez), e não deixo de compreender a tua angústia, mas só por muita sorte a maioria dos licenciados deste país não estão, aos 29 anos, na tua situação. Agora fazer juízos simplistas, com base num valor de ordenado base, sem saber o contexto, é de uma crueldade inaceitável.
:arrow: 10' G6 TDi Bluemotion 99g
:arrow: 63' Typ 1/11 limousine de luxe
:arrow: Ex 04' G4 TDi van Pacific
:arrow: Ex 98' G3 TDi van Joker

Avatar do Utilizador
softuner
Expert
Expert
Mensagens: 803
Registado: 10 Dez 2008, 10:40
Localização: Ponte de Lima

Re: O tópico da Crise...

Mensagem por softuner » 31 Mar 2011, 15:34

Sim, subscrevo por inteiro (mais uma vez) que sustentar uma vida familiar de um casal com filhos não tem absolutamente nada a haver com a vida de solteiro (ou mesmo casado, pois conheço alguns casos) a vivr em casa dos pais.

Uma despesa pessoal que todos identificarão e terão uma boa ideia do que se trata. Num domingo destes aproveitei os talões do continente aliados á campanha do 3.º domingp dp mês da Galp para ir atetar os 2 carros da casa que estavam na reserva. Gastei cerca de 80€... E um deles ainda levará outro depósito atestado, pois meto todos os meses pelo menos 2 depósitos num carro e 1 no outro.
Reparem que isto é só o gasóleo! Tenhu uma filha no infantário e outra que para lá caminha no meesmo ano em que a mais velha entra para a escola. Do meu orçamento familiar sai para além do crédito da casa, toda a comida, água, electricidade, gás, fraldas, leite para a mais nova e demais despesas com as crianças. Só com isto onde já vão os 500€, ou mesmo mil.

Uma outra coisa digna de lembrança é que a minha vida social de solteiro estava a anos-luz (mais activa, claro) da actual. Com isto quero dizer que provavelmente queimava mais dinheiro em lazer num FDS quando morava na casa dos meus pais do que actualmente nuns largos meses.

Não podem comparar vencimentos sem comparar despesas.

Avatar do Utilizador
VW Liebhaber
Pro
Pro
Mensagens: 3615
Registado: 16 Abr 2005, 12:11
Localização: Cambridge

Re: O tópico da Crise...

Mensagem por VW Liebhaber » 31 Mar 2011, 20:40

Vovin Tharos Escreveu:nao entendo como quando ha uma despesa 1 vez por ano é motivo para o alarido todo... as despesas do carro(as referidas) sao 1x por ano... IPO??? por amor da santa...30€...

quanto ao resto... foi a escolha...tinhas um MK3, manutençoes mais baratas, seguro mais barato, selo mais barato, etc etc. escolheste, com os 500€ fazer um credito para comprar um carro (ha quem diga) melhor... nao te podes queixar de nao te chagar para as despesas... ou se te queixas, tens de fazer para ganhar mais... simples... agora desancar em quem ganha 1000, so pq sim...tenho um amigo a fazer 15km para cada lado ir e vir para o trabalho, num carro a gasolina e ganha 550€ limpos...e desenrrasca-se...tem um carro mais antigo, nao se mete em aventuras a comprar carro da moda, ou trocar de carro só pq sim...

escolhas...

explica o pq de ter mais razoes para preocupaçao? com ordenados mais ou menos altos, ha niveis de vida, certo?, despesas inerentes desse nivel de vida. razoes de preocupaçao sao identicas...(no meu ponto de vista)
Tinha um mk3 sim, tive-o 7 anos nas minhas mãos, quando o vendi pouco lhe faltava para ter 20 anos de vida, mas a hora de trocar tinha chegado pois era preferivel gastar o dinheiro das despesas que ele ia dando fruto da idade, num carro com menos idade, e com menos desgaste. Mesmo assim comprei um carro que já pouco faltava para ter 10 anos, não comprei um carro da moda, comprei apenas um carro com menos idade, menos desgaste, e não muito caro. Não sou dos que compra carros baratuxos para depois andar sempre com eles na oficina e a ter surpresas desagradáveis todos os dias (que por vezes até são vistas como desafios cá no CGP, e não como um carro que vai gastar mais do orçamento familiar), mas cada um sabe de si. O seguro do MK3 é o mesmo do MK4 a diferença são 10 euros, por isso não me queixo da escolha que fiz nesse aspecto, o selo é que são mais 15 euros que o mk3, mas também não é por aí que me arrependo da escolha. Simplesmente o mk3 não o pagava, mas era estudante, e foi-me oferecido já com 10 anos.

O teu amigo também escolheu ter um carro a gasolina, se tivesse escolhido a gasóleo gastava menos, e há carros a gasoleo baratos se ele prefere ter um carro antigo. Escolhas...como disseste. Também faço 14Km pra ir e 14Km pra vir.

Uns queixam-se que não dá para gerir uma casa com 1500 ou 2000, outros como eu queixam-se que com 500 não conseguem juntar quase nada para começar a sua vida. Ah, e filhos, também são escolhas :wink: a não ser que aconteca. Mas há pessoas que escolhem tê-los mesmo em circunstâncias dificeis, já sabem para o que vão.

A única coisa que ainda ninguém me respondeu foi, como é que se desenrascam as familias que ganham 500 euros ou pouco mais, cada um, e tem também filhos pra criar...isso é que eu queria saber...já que quem tem 1500 mal se vira então esses...
VW & Audi Stuff: http://www.facebook.com/vwaudistuff
VW Golf MK4 Highline 1.9 TDI 115cv 2001 - Made in Belgium
viewtopic.php?f=20&t=42275&start=0

Avatar do Utilizador
VW Liebhaber
Pro
Pro
Mensagens: 3615
Registado: 16 Abr 2005, 12:11
Localização: Cambridge

Re: O tópico da Crise...

Mensagem por VW Liebhaber » 31 Mar 2011, 20:52

Arad, eu não estou contra os FP que ainda são novos e tem filhos pequenos e por isso tem mais despesas, mas sim que a maioria que aparecia na TV eram pessoas já com os seus 40 anos e até mais (que já tem os filhos criados e em idade de trabalhar se quiserem), que moram em casa apenas 2 pessoas (o casal), e que achavam que já estavam agoniados.....

Então o que dizer dos que tem filhos pequenos como tu, ou os que ganham 500..600 euros e ainda não tem os filhos criados.... esses então estão na miséria... (e estão).

E normalmente os FP mais velhos são os que estão "à sombra" a ocupar lugares, sem qualificações já, que podiam ser por jovens, e a "mamar" ordenados que podiam ser dados a jovens que procuram o seu primeiro emprego.

Não tenho nada contra os FP em geral, mas alguns casos em particular, em que a sua indignação nos media só lhes fica mal. :wink:
VW & Audi Stuff: http://www.facebook.com/vwaudistuff
VW Golf MK4 Highline 1.9 TDI 115cv 2001 - Made in Belgium
viewtopic.php?f=20&t=42275&start=0

Avatar do Utilizador
Vovin Tharos
Master
Master
Mensagens: 9488
Registado: 16 Mar 2005, 03:52
Veículos: Golf MK3 GT

Re: O tópico da Crise...

Mensagem por Vovin Tharos » 31 Mar 2011, 21:04

looool

ou seja, em vez de haver desemprego nos jovens, havia uma maior taxa nos de meia idade... hum! acho que tu e alguns membros de governantes se dariam bem com as vossas politicas... looool
Imagem Imagem
Imagem

Avatar do Utilizador
VW Liebhaber
Pro
Pro
Mensagens: 3615
Registado: 16 Abr 2005, 12:11
Localização: Cambridge

Re: O tópico da Crise...

Mensagem por VW Liebhaber » 31 Mar 2011, 21:17

Vovin Tharos Escreveu:looool

ou seja, em vez de haver desemprego nos jovens, havia uma maior taxa nos de meia idade... hum! acho que tu e alguns membros de governantes se dariam bem com as vossas politicas... looool
Preferes o desemprego nos jovens? Hipotecar gerações futuras? Eu preferia se calhar meter uma pessoa de 50 ou 55 anos na reforma (e uma boa parte delas até querem inda por cima) e meter no lugar dela um jovem (mais qualificado, com outras competências profissionais e pessoais), e dar-lhe a oportunidade de trabalhar para poder começar a construir a sua vida futura, e ter condições para escolher ter filhos, e não deixar a taxa de natalidade tão baixa.

Mas tu preferes lá ter as pessoas até aos 65 ou mais, a ocupar o lugar dos jovens, e eles a verem a vida correr sem condições pra começar a sua vida e dar mais valias ao ´País, e atrasar cada vez mais a decisão de contribuir para o aumento da natalidade que tanto precisamos em PT.
VW & Audi Stuff: http://www.facebook.com/vwaudistuff
VW Golf MK4 Highline 1.9 TDI 115cv 2001 - Made in Belgium
viewtopic.php?f=20&t=42275&start=0

Avatar do Utilizador
Arad
Pro
Pro
Mensagens: 3220
Registado: 27 Ago 2005, 01:10
Veículos: G6 1.6TDi_BM | Typ 1/11
Localização: Algures pelo mundo

Re: O tópico da Crise...

Mensagem por Arad » 31 Mar 2011, 21:34

VW Liebhaber Escreveu:Arad, eu não estou contra os FP que ainda são novos e tem filhos pequenos e por isso tem mais despesas, mas sim que a maioria que aparecia na TV eram pessoas já com os seus 40 anos e até mais (que já tem os filhos criados e em idade de trabalhar se quiserem), que moram em casa apenas 2 pessoas (o casal), e que achavam que já estavam agoniados.....

Então o que dizer dos que tem filhos pequenos como tu, ou os que ganham 500..600 euros e ainda não tem os filhos criados.... esses então estão na miséria... (e estão).

E normalmente os FP mais velhos são os que estão "à sombra" a ocupar lugares, sem qualificações já, que podiam ser por jovens, e a "mamar" ordenados que podiam ser dados a jovens que procuram o seu primeiro emprego.

Não tenho nada contra os FP em geral, mas alguns casos em particular, em que a sua indignação nos media só lhes fica mal. :wink:
Eu não tenho filhos, ainda, mas claramente é um projecto a curto prazo. Daí que me preocupe com certas despesas que um filho sempre acarreta.

Agora não concordo nada que se trate os "velhos" como lixo, se não têm competências ou qualificações académicas, que se faça uma avaliação formativa de forma a dotar os mais velhos dessas qualificações.

O problema é que neste país quando se fala em avaliações de desempenho só se pensa em medidas para sacar dinheiro às pessoas. Faz-se uma avaliação somente punitiva, em vez de se zelar por melhores e mais eficientes serviços públicos. Se tens um chefe de serviço que tem de entalar uns quantos, e sentes que é somente para ir ao bolso das pessoas, trabalhas bem disposto?

O cidadão não tem culpa disso, mas os FP também são pessoas, como tu, como eu, com projectos de vida, com as suas legitimas aspirações, etc, etc, etc...

Isto desde os docentes, até à repartição de finanças, é transversal ao sector público, a filosofia é a mesma.

Quanto ao facto de terem "40 anos e os filhos criados", mais uma vez perdes a noção da realidade... Se tiveram filhos cedo, são adolescentes de 15 anos, e estão a ver que não lhes conseguem dar um futuro melhor. Onde é que um casal com 40 anos de idade tem filhos criados em idade de trabalhar? Só se foram pais adolescentes...

Porra, eu tenho 31, se o meu filho(a) nascer quando tiver 32, aos 8 anos estará em idade de trabalhar? Fábricas de sapatos do vale do Ave? A maioria do pessoal da minha idade que eu conheço não tem filhos porque a vida não está para isso!!!
:arrow: 10' G6 TDi Bluemotion 99g
:arrow: 63' Typ 1/11 limousine de luxe
:arrow: Ex 04' G4 TDi van Pacific
:arrow: Ex 98' G3 TDi van Joker

Avatar do Utilizador
Vovin Tharos
Master
Master
Mensagens: 9488
Registado: 16 Mar 2005, 03:52
Veículos: Golf MK3 GT

Re: O tópico da Crise...

Mensagem por Vovin Tharos » 31 Mar 2011, 21:38

nao nao perfiro ter uns em deterimento de outros...

as pessoas lutaram ao longo da sua vida para chegar onde chegaram. com 50 anos para a reforma? lol a reforma é aos 65 pah...

o que estas a dizer é o que, no minimo, se pode chamar de tendencioso...pq te convinha que tirassem os "velhos" e metessem da tua geração...quem sabe até a ti...certo?

quem achas que tem mais possibilidades de escolher trabalho? um jovem ou uma pessoa ja de idade algo avançada? vez muitas a trabalhar nas caixas dos hiper? ou a repositores? ou no macdonalds, ou nas lojas de shopp?
trabalho, para quem quer trabalhar, ha! e para isso basta ir a sites de procura de trabalho, e ver o jn ao domingo... agora, todos querem ganhar 1500€ para coçar a micose...mas para puxar pelo corpo por 700...mais vale estar em casa...

uma outra pergunta: quantas dessas pessoas de 50 ou 55 anos teem filhos, como os que falas, que estao a procura de emprego, ou estao na univ?!

nota-se perfeitamente que nao tens noçao da vida real... ou entao nao queres transparecer isso...
Imagem Imagem
Imagem

Avatar do Utilizador
Arad
Pro
Pro
Mensagens: 3220
Registado: 27 Ago 2005, 01:10
Veículos: G6 1.6TDi_BM | Typ 1/11
Localização: Algures pelo mundo

Re: O tópico da Crise...

Mensagem por Arad » 31 Mar 2011, 21:44

Eu diria mesmo mais... Para se aposentar uma pessoa com 55 anos (10 anos antes da idade regulamentar), significa que se paga a reforma a essa pessoa, e ainda se paga a mais outro que vai fazer o trabalho que o aposentado fazia...

Como medida anti-crise funciona totalmente ao contrário. Além de que a maioria das pessoas com 55 anos são mais do que válidas para trabalhar. Podem não conseguir acartar paletes um dia inteiro, mas certamente sabem usar a cabeça com maior ponderação que um puto de 20 anos, têm um saber feito de experiência...

Olha, Liebhaber, é por se correr com os "velhos" que nomeadamente as oficinas dos concessionários de automóveis têm lá a trabalhar garotos que não sabem nada de nada, nem da vida, nem do ofício, e o cliente que bate lá a nota recebe em troca um péssimo serviço.

Sei que sabes que isto é a verdadinha!
:arrow: 10' G6 TDi Bluemotion 99g
:arrow: 63' Typ 1/11 limousine de luxe
:arrow: Ex 04' G4 TDi van Pacific
:arrow: Ex 98' G3 TDi van Joker

Avatar do Utilizador
VW Liebhaber
Pro
Pro
Mensagens: 3615
Registado: 16 Abr 2005, 12:11
Localização: Cambridge

Re: O tópico da Crise...

Mensagem por VW Liebhaber » 31 Mar 2011, 21:48

Arad, quando eu nasci a minha mãe tinha 20 anos, portanto aos 40 eu já tinha 20....já podia trabalhar se quizesse.... :wink:

Só não tinha filhos cedo quem andava a estudar (quem eram poucos, só quem tinha dinheiro), porque de resto a maioria casava-se com 18..19..20.. e tinha logo o primeiro filho... no Norte pelo menos, no Sul não faço ideia.

Todos os jovens com quem eu andei na escola os pais tiveram-nos muito cedo, aos 20..19..21..22.. e esses pais são os mesmos que eu estava a falar que já teriam os filhos criados. Claro que a partir do momento em que a Univ passou a ser acessivel a muita gente, a idade de casar e ter filhos atrasou, e as futuras gerações já não vão ter os filhos criados aos 40... talvez aos 55..60...
VW & Audi Stuff: http://www.facebook.com/vwaudistuff
VW Golf MK4 Highline 1.9 TDI 115cv 2001 - Made in Belgium
viewtopic.php?f=20&t=42275&start=0

Avatar do Utilizador
Arad
Pro
Pro
Mensagens: 3220
Registado: 27 Ago 2005, 01:10
Veículos: G6 1.6TDi_BM | Typ 1/11
Localização: Algures pelo mundo

Re: O tópico da Crise...

Mensagem por Arad » 31 Mar 2011, 21:52

Falaste em pessoas com 40 anos, não falaste em pessoas de 55. Por isso te fiz a ressalva.

A geração que agora tem 40 anos é muito diferente da que tem 50/55 anos, uns viveram pouco tempo de salazarismo, os outros foram formatados para casar e ter filhos.

É uma questão cultural e há uma grande clivagem nesse aspecto.

Hoje em dia, ou mesmo há 10/15 anos atrás, só se tinha um filho aos 20 anos por acidente!

E também não podemos avaliar uma sociedade inteira pelo que temos em casa, embora o ditado diga que "o bom julgador, por si julga os outros".
:arrow: 10' G6 TDi Bluemotion 99g
:arrow: 63' Typ 1/11 limousine de luxe
:arrow: Ex 04' G4 TDi van Pacific
:arrow: Ex 98' G3 TDi van Joker

Avatar do Utilizador
Vovin Tharos
Master
Master
Mensagens: 9488
Registado: 16 Mar 2005, 03:52
Veículos: Golf MK3 GT

Re: O tópico da Crise...

Mensagem por Vovin Tharos » 31 Mar 2011, 21:55

basta ver a idade dos empregados das norautos e afins...

relativamente á reforma...de fazer ver que o valor que é pago de reforma antecipada... bem... acho que nem se pode chamar de valor pq se algumas reformas ja sao para rir...


quanto ao teu post: entao se aos filhos andam na univ, quem os sustenta? um outro factor é que os nossos pais aos 18 19 20 tinham o primeiro filho... e ja trabalhavam ha quantos anos? tenho exemplos dos meus pais: acabaram a 4ªclasse(obrigatorio) foram trabalhar...ou seja com 11\12 anos anos ja trabalhavam...

é generalizar, pegando em meia duzia de casos, que nada representam a realidade portuguesa
Imagem Imagem
Imagem

Responder